21 de out de 2009

Espetáculos de sucesso encerram outubro

Bando de Teatro Olodum e Ricardo Castro se apresentam no espaço cultural da FUNCEB

O Centro de Cultura Amélio Amorim, espaço cultural da FUNCEB – Fundação Cultural do Estado da Bahia - em Feira de Santana, finaliza o mês de outubro com espetáculos de sucesso no Brasil, que chegam ao espaço com apresentações a preços populares. Neste final de semana, o Bando de Teatro Olodum leva ao Amélio Amorim Ó Pai Ó (23/10), sucesso que se tornou série de TV, e Cabaré da RRRaça (24/10), espetáculo que aborda um tema forte: o preconceito racial. No último fim de semana de outubro é a vez do ator Ricardo Castro, com a peça 1,99 (29 e 30/10), que já rodou diversas capitais do país e agora chega à Feira.

Recentemente, o Centro de Cultura recebeu o Quinteto de Metais da OSBA e o Festival de Teatro Nacional Infantil de Feira de Santana. Além da vasta programação, o público também pode conferir durante todo o mês uma exposição de fotografias de Pierre Verger, parte do Giro das Artes Visuais, da FUNCEB.


TRÊS SUCESSOS EM DOIS FINS DE SEMANA

O espetáculo Ó Paí ó, montado pela primeira vez pelo Bando de Teatro Olodum em 1992, permanece atual pela síntese que faz do modo de ser e sobreviver dos moradores e frequentadores do histórico bairro do Pelourinho, Centro Histórico de Salvador. O nome deriva da expressão popular das ruas de Salvador, uma corruptela de “Olhe para isso, olhe”. Em um Cortiço, administrado com mão de ferro por uma evangélica, moram os mais diferentes tipos que movimentavam o bairro. A realidade do Pelourinho Antigo é apresentada através de personagens cômicos que dividem o ambiente do pequeno cortiço, tendo que enfrentar a intolerância de Dona Joana, a religiosa proprietária. São músicos, artistas plásticos, prostitutas, travestis, baianas de acarajé, proprietários de pequenos bares, associações comunitárias, blocos afros, enfim, personagens reais que, pouco a pouco, foram expulsos do local para dar espaço a um fictício shopping turístico a céu aberto.

SERVIÇO
O que: Ó Pai Ó
Quando: 23 de outubro, às 20h
Quanto: R$ 10 e 5
Onde: Centro de Cultura Amélio Amorim



Cabaré da RRRaça expõe as mais diversas manifestações do racismo e da discriminação contra os negros no Brasil, desde as sutis até as mais ultrajantes. Em cena, os atores dão voz aos personagens para contar à platéia casos vividos por eles mesmos, assim como relatos de diversas pessoas que enfrentaram o preconceito racial. Ao pôr no palco variados tipos que refletem a postura adotada pelos negros diante a sociedade, a peça dá um panorama da situação da população afro-descendente brasileira na atualidade. O espetáculo se configura de maneira semelhante a um programa de auditório, em que os personagens atuam como apresentadores e também desfilam como se estivessem numa passarela.

SERVIÇO
O que: Cabaré da Rrrraça
Quando: 24 de outubro, às 20h
Quanto: R$ 10 e 5
Onde: Centro de Cultura Amélio Amorim



A peça 1,99 estreou em 06 de maio de 1999. Ricardo Castro é o ator, produtor, iluminador, cenógrafo, diretor, sonoplasta, contra regra e autor da montagem. A peça é recheada de personagens do cotidiano brasileiro, tendo como base depoimentos colhidos pelo autor nos mais diversos lugares como bancos, repartições públicas, mesas de bares, pontos de ônibus, entre outros.

SERVIÇO
O que: 1,99, com Ricardo Castro
Quando: 29 e 30 de outubro, às 20h
Quanto: R$ 10 e 5
Onde: Centro de Cultura Amélio Amorim


Informações: (75) 3625-0572 ou www.amelioamorim.blogspot.com
Adquira seus ingressos na bilheteria do Centro de Cultura Amélio Amorim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário