20 de mai de 2013

Dirigentes e Conselheiros municipais de Cultura encontram-se em Feira de Santana



VI Fórum de Dirigentes e I Fórum dos Conselhos buscam fortalecer a política cultural baiana com foco na implantação dos sistemas de cultura



Serão três dias de encontro: 27, 28 e 29 de maio, da noite de segunda-feira até a manhã de quarta. Os participantes do VI Fórum de Dirigentes e o I Fórum dos Conselhos Municipais de Cultura da Bahia estarão envolvidos em uma completa imersão sobre questões de gestão e políticas públicas para a cultura. O evento acontece em Feira de Santana e é uma parceria da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia com o Conselho Estadual de Cultura da Bahia (CEC-BA) e a Associação dos Dirigentes Municipais de Cultura da Bahia (ADIMCBA).
“A ideia é criar vínculos e articular redes e parcerias para a consolidação dos Sistemas Municipais de Cultura”, atenta Taiane Fernandes, Superintendente de Desenvolvimento Territorial da Cultura da Secult. Ela lembra que como a educação e a saúde, a cultura também precisa de bases sólidas, responsabilidades bem definidas e compartilhadas entre os três entes federativos, para assim exercer o seu papel no fortalecimento da cidadania, da economia e da diversidade cultural.
O fórum dos Dirigentes foi criado em 2007 com o objetivo de articular essa categoria e fomentar a instituição dos sistemas municipais de cultura, dentre as principais propostas. Este ano, em sua sexta edição, o encontro acontece de maneira ampliada, integrado ao I Fórum de Conselhos com intuito de formar uma rede também para os conselheiros. Intercâmbio, articulação e formação são algumas das palavras de ordem entre os Secretários, Diretores ou Coordenadores de Cultura das cidades baianas e os representantes da sociedade colegiados nos conselhos.
Temas relevantes para a sistematização da cultura no estado serão debatidos ao longo dos fóruns, a exemplo da apresentação do SIIC - Sistema de Indicadores e Informações Culturais, um aplicativo de acesso público gratuito composto por módulos de Cadastro Cultural (com registro e divulgação de espaços, bens culturais, instituições e pessoas, serviços e produtos relacionados com a cultura baiana); Pesquisas e Indicadores Culturais; e Fomento à Cultura.
A programação contempla conferências, plenárias, assembléias e uma oficina de orientação para implantação do Sistema Municipal de Cultura. É dentro do Fórum ainda que acontece a eleição da nova diretoria da ADIMCBA. E como haveria de ser em um encontro que envolve cultura, as artes também participam nas apresentações da Camerata Opus Lúmen (OSBA) e da banda Quaternária, dias 27 e 28 respectivamente, às 20h30.
“Este espaço privilegiado de discussão, entendimentos e proposições para a política cultural colabora bastante com o processo de construção e consolidação de um sistema que viabilize a produção e troca de bens simbólicos de maneira ampla, permanente e, convém dizer: social e economicamente lucrativa”, avalia Sandro Magalhães, diretor de territorialização da cultura da Secult. Ele ressalta que a institucionalização dos Sistemas municipais de cultura permite a participação dos municípios na formulação de tais políticas, respeitando as características próprias de cada um no contexto da diversidade cultural do estado.

SERVIÇO
VI Fórum de Dirigentes e Conselheiros Municipais de Cultura da Bahia e I Fórum de Conselhos Municipais de Cultura da Bahia
De 27 a 29 de maio
Centro de Cultura Amélio Amorim - Avenida Presidente Dutra, 2222, Capuchinhos
Feira de Santana – Bahia – (75) 3625-0572 - Aloma Galeano
Mais informações: www.cultura.ba.gov.br / Diretoria de Territorialização da Cultura 71 3103 3400 / 3254 /3458 - territoriosculturais2012@cultura.ba.gov.br   

Nenhum comentário:

Postar um comentário